Home » Dinheiro » Seja chefe do seu dinheiro – Parte 1

Seja chefe do seu dinheiro – Parte 1

A maioria das pessoas que conheço não sabe o que acontece com seu dinheiro. Continuam sonhando em poder comprar aquele carrão, viajar para aquele lugar caro, parar de trabalhar, comprar presentes à vontade, realizar grandes sonhos… Elas não entendem o quanto um nível básico de organização pode ajuda-las a alcançar estes objetivos.

dinheiro

O salário entra e começam os gastos: alimentação, gasolina, telefone, saídas, presentes, mercado… O mês segue e a conta corrente só diminui. O cartão de crédito entra em jogo e permite que a brincadeira continue. Gastar sem ver o dinheiro sair é fácil… e perigoso!

Muitas pessoas passam o dia estudando ou se matando de trabalhar enquanto sonham com um salário de R$5.000, R$10.000 ou até R$20.000. A maioria delas não dão valor pra outra parte também muito importante para a independência financeira: seus gastos atuais.

Estas pessoas investem 8 horas do dia (ou mais) em uma forma de manter ou elevar a renda, mas têm preguiça de utilizar alguns minutinhos para entender o que fazem com ela! É incrível! Meu avô sempre dizia: “Tão importante quanto saber ganhar é saber gastar!”. Ele sabia muito bem o que estava falando.

Conheço pessoas que trabalham em órgãos públicos, ganham mais que R$20.000/mês e possuem dívidas enormes, que chegam a centenas de milhares de reais. Conheço também outras que ganham R$2.000/mês e possuem dívidas de milhares de reais. Estas últimas pensam que se ganharem um aumento “seus problemas estarão resolvidos”. Elas não percebem que o problema não está no quanto ganham, mas em como gastam. Se você não sabe cuidar do “pouco”, não saberá cuidar do “muito”.

A famosa regra de ouro é: gaste menos do que você ganha. Muitos conhecem esta “lei”, mas poucos a praticam. É interessante observar que as pessoas acima (principalmente as que ganham muito bem) acham que estão no controle, acham que não precisam entender seus gastos, acham que ganham o suficiente para fazer o que quiserem. Só quando é tarde demais percebem que o controle já era. Acabam virando reféns do dinheiro: têm que baixar o nível de vida, arrumar outro trabalho, pegar mais empréstimos. Elas chegam aos 60 anos e ou não podem parar de trabalhar ou passam a depender dos filhos…

Lendo diversos livros (“Pai Rico, Pai Pobre” é um deles e um dos melhores) e testando várias situações por um bom tempo, encontrei algumas formas práticas que me ajudam hoje a garantir uma relativa independência financeira. Começando abaixo e continuando nos próximos posts, você vai encontrar 3 etapas bem práticas que poderão te ajudar a se tornar chefe do seu dinheiro.

 

1. Anote seus gastos em categorias

Não tem como escapar desta parte: você tem que anotar seus gastos. Esta é a base para todo o resto. Arranje uma forma de registrar todos os gastos do mês. Eu sugiro o Excel ou algum software específico de finanças, mas pra quem não gosta muito de tecnologia um caderno também serve.

  • Bloquinho de papel: comecei a anotar meus gastos levando um bloquinho de papel para onde eu ia, registrando ali tudo que eu gastava. Não achei muito bom, mudei rapidamente.
  • Cupom fiscal: você simplesmente guarda todos os cupons fiscais dos gastos do dia e os registra a noite. Foi um considerável upgrade pra mim.
  • Gastos no cartão de débito: utilize sempre o cartão de débito para todos seus gastos. Dessa forma você só precisa entrar a noite no site do seu banco que as despesas estarão todas registradas lá. Basta copiá-las para sua tabela de gastos.
  • Aplicativo no celular: é a forma mais eficiente que conheço. Você registra seus gastos no aplicativo na hora em que o gasto é realizado (alguns inclusive sincronizam com o computador). Eu e minha família utilizamos o YNAB. Chega a ser engraçado: na hora de pagar a conta estamos todos com o celular na mão, registrando cada um a sua parte no YNAB.

Tente encontrar a melhor forma pra você, mas registre seus gastos. Este simples passo irá te tirar da infância financeira pra entrar na vida adulta.

Ao anotar seus gastos, agrupe os que forem semelhantes em categorias. Apenas como exemplo, seguem abaixo algumas das minhas categorias:

  • Alimentação;
  • Combustível;
  • Telefone;
  • Saídas;
  • Academia;
  • Presentes;
  • Mercado.

O importante é ter uma visão geral que te permita entender como seus gastos estão divididos no mês. Ao final do mês você poderá ver, por exemplo, que gastou R$200 com saídas, ou que está gastando R$400 somente com combustível.

Ao anotar seus gastos você poderá analisar melhor o passado, decidir melhor no presente e planejar melhor seu futuro. O mínimo tempo diário investido nesta tarefa irá trazer uma qualidade de vida incrível! Ser chefe do seu dinheiro vai fazer toda a diferença!

Leia as outras partes da série “Seja chefe do seu dinheiro”:
– Parte 1: Anote seus gastos em categorias (este post)
– Parte 2: Gaste menos e destine tudo
– Parte 3: Esqueça o saldo do banco

Quem manda na sua relação é você ou seu dinheiro? Como você registra seus gastos? Comente!

Comente!

Posted in Dinheiro
  • Fábio Brotto

    Muito bom, Rafa! PARABÉNS e super obrigado pelas dicas. Prometo que vou fazer a Denise fazer tudo isso direitinho hehehee Abraço com Prosperidade Fábio

    • Denise Jayme

      Pois eu já comecei, Bonitinho!
      Rafa, há 3 anos venho anotando tudo que gasto numa planilha do excel… mas dá um trabalho danado. Vou mudar pro YNAB e ver se funciona pra mim. Depois te conto. Beijo$,
      Denise

      • http://rafaeldanigno.com.br/ Rafael Danigno de Paula e Silv

        Denise, assim que possível vou montar um vídeo sobre como melhor utilizar o YNAB. Se quiser, e enquanto o vídeo não estiver pronto, posso dar uma consultoria. O que acha?

  • Jesus Teles

    Rafa, muito bom!!! vou tentar seguir os conselhos… Ps.: acho que o link do download esta quebrado… não deu pra entrar aqui… valeu… abraços!!

    • http://rafaeldanigno.com.br/ Rafael Danigno de Paula e Silv

      Valeu o aviso, Jesus! Agora acho que já está funcionando.

  • http://www.facebook.com/lucia.villela.3 Lucia Villela

    Excelente seu texto! Não esqueça de anotar aqueles gastos que a gente em percebe porque são muito pequenos, tipo: guardador de carro, casquinha de sorvete, água, moedinhas esquecidas em algum lugar….etc. Isso no fim do mês conta!

    • rdanigno

      Realmente, Lúcia! 1 real por dia no final de 1 ano dá R$365,00! Já paga vários presentes de Natal! Ou até o IPVA!

    • http://rafaeldanigno.com.br/ Rafael Danigno de Paula e Silv

      Realmente, Lúcia! 1 real por dia no final de 1 ano dá R$365,00! Já paga vários presentes de Natal! Ou até o IPVA!

  • http://twitter.com/bcaliforniana Barbie Californiana

    Ótimas, Rafael!
    Faço mais ou menos isso e foi por este motivo que eu pude ir à Inglaterra.
    Saber quanto gastamos é essencial para saber valorizar o quanto ganhamos. Anotar, nos dar um norte para não sair do controle. Não conhecia o YNAB, ele funciona em smartphone? Abraços.

    • http://rafaeldanigno.com.br/ Rafael Danigno de Paula e Silv

      É assim que alcançamos nossos sonhos…
      E o YNAB funciona pra smartphone sim, foi justamente por esta razão que sai das planilhas do Excel!

  • Pingback: Seja chefe do seu dinheiro - Parte 2 | Rafael Danigno()

  • http://www.facebook.com/gabriel.wense Gabriel Wense

    Rafael, ótimo assunto! Eu to mesmo precisando me organizar financeiramente, desde que casei não consegui mais hehehehe. Eu sei que gastamos menos do que ganhamos, porque sempre tá sobrando, mas nunca sei onde estamos gastando direito.

    o YNAB é aquele que também registra as notas direto no Nota Legal? E ele só funciona pra iPhone né?

    • http://rafaeldanigno.com.br/ Rafael Danigno de Paula e Silv

      Não, aquele é o Integra. E o YNAB funciona para diversos OS, como iPhone, Android, Kindle…

  • Pingback: Seja chefe do seu dinheiro - Parte 3 | Rafael Danigno()

  • Pingback: Mantenha a motivação! | Rafael Danigno()

  • Pingback: Evite as “surpresas” financeiras | Rafael Danigno()

  • Pingback: 6 escolhas inteligentes do que fazer com seu dinheiro | Rafael Danigno()

  • Pingback: Como ficar rico | Rafael Danigno()

  • Jullyana

    Realmente devemos organizar nossa vida financeira, e lembrar que o problema muitas vezes não está no quanto ganhamos, mas no quanto gastamos… muitas vezes gastamos muito mais do que ganhamos. E sempre que o que ganhamos aumenta, acabamos gastando mais e mais.

    Utilizo um outro sistema ( há 3 anos) que também é muito bom!

    Se chama Organizze!!

    • http://rafaeldanigno.com.br/ Rafael Danigno de Paula e Silv

      É a famosa “corrida dos ratos”, Jullyana! :)

      Vou dar uma olhada no “Organizze”, obrigado pela dica!

  • Pingback: Do fundo do coração: curta a vida curta! | Rafael Danigno()

  • Mikhail

    Excelente post, tentarei aplicá-lo em minha vida financeira.

    • http://rafaeldanigno.com.br/ Rafael Danigno de Paula e Silv

      Que bom que gostou, Mikhail! Boa sorte com sua organização financeira!
      Abraços!

  • Pingback: Os top 10 de 2013 | Rafael Danigno()

  • Pingback: O segundo passo para alcançar seus sonhos! | Rafael Danigno()

  • Pingback: Daexe - Assessoria Executiva | Como ficar rico?()