Home » Outros » A felicidade está na sua resposta!

A felicidade está na sua resposta!

Será que umas pessoas são mais azaradas que outras? Será que a vida é mais injusta com uns, que reclamam tanto, e mais fácil para outros, que parecem sempre tão bem? Como responder, naqueles dias, a pergunta “o que eu fiz pra merecer um dia desses”?

A felicidade está na sua resposta

Nossa vida é formada pelo que acontece no nosso dia a dia. Existem dias bons, dias ruins, dias péssimos e dias ótimos, que acabam definindo como levamos nossa vida, certo?

Será mesmo?

Um péssimo dia

No caminho pro trabalho o dia já começa mal quando você é fechada descaradamente por um maluco correndo a 100km/h, um possível playboyzinho sem noção que se acha dono da pista. Um pouco depois, quando você liga a seta pra entrar na pista da direita, o carro ao lado quase encosta no da frente pra não te deixar entrar, fazendo você ficar com mais raiva ainda desses motoristas egoístas que parecem ter comprado a carteira.

No meio da manhã, no escritório, recebe uma ligação daquele cliente chato, que liga pra avisar que vai te processar por causa de um problema que você já explicou que não é responsabilidade sua! No telefone você quase perde a cabeça, mas mantém em pensamento os apelidos que inventou para a mãe dele.

A tarde você recebe aquela famosa bronca sem sentido do seu chefe, que aproveita para incluir na sua conta a reclamação feita pela manhã por aquele cliente chato. Como você não pode estourar com seu chefe, deixa pra fazer isso com seus subordinados. Repassa pra equipe, então, no mesmo tom recebido, a “bronca sem sentido”, o que acaba deixando-a com mais raiva ainda por ter agido da mesma forma que seu chefe.

Às 18hs tudo o que você quer é chegar em casa pra ver TV! Antes, no entanto, tem que enfrentar aquele trânsito infernal cheio de “bestas” que não sabem dirigir. Depois de distribuir buzinadas a torto e a direito pelo caminho, chega finalmente em casa e descobre que o cara da TV a cabo não apareceu. A droga da TV continua sem funcionar, e as crianças estão indignadas por não ter internet.

Esgotada, você desiste, já não sente mais raiva. Sua cabeça dói, todo seu corpo dói. Você come alguma besteira, desvia do seu marido, dá alguma desculpa para seus filhos e segue direto pra cama.

Finalmente deitada, não sabe se não consegue dormir por causa da dor de cabeça ou por causa dos gritos das crianças, ou melhor, daquelas pestes, que, sem internet ou TV, não sabem brincar em silêncio.

Enquanto tenta se controlar para não chorar, vem uma pergunta sem resposta: “O que eu fiz pra merecer um dia desses?”.

Um ótimo dia

No caminho pro trabalho você é fechada por um carro correndo a 100km/h e procura pensar se ele pode estar com pressa para levar alguém ao hospital. Um pouco depois, quando você liga a seta pra entrar na pista da direita, o carro ao lado quase encosta no da frente pra não te deixar entrar. Você relaxa e aguarda ele passar para mudar de faixa.

No meio da manhã, já no escritório, recebe uma ligação daquele cliente difícil, que liga pra avisar que vai te processar por um problema que você já explicou que não é responsabilidade sua. Você explica novamente a situação pra ele e desliga o telefone consciente de que fez o que podia.

A tarde você recebe aquela famosa bronca sem sentido do seu chefe, que aproveita para incluir na sua conta a reclamação feita pela manhã por aquele cliente difícil. Você conhece seu chefe e sabe que é assim que ele lida com as situações. Depois de bastante tempo trabalhando nisso, já consegue ignorar a forma e focar no conteúdo da mensagem. Faz na sequencia uma reunião com sua equipe para definir um plano de ação.

Às 18hs tudo o que você quer é chegar em casa. Logo na saída percebe que o trânsito não está dos melhores e liga um podcast, já aceitando que hoje o caminho para casa vai levar mais tempo que o normal.

Finalmente em casa, descobre que o cara da TV a cabo não apareceu, o que significa que a internet e a TV continuam sem funcionar. Depois de um bom banho, aproveita que não tem TV nem internet para finalmente jogar aqueles jogos de tabuleiro com seus filhos.

Com os filhos já dormindo, tem então uma noite deliciosa com seu marido. Logo antes de entrar em um sono profundo, com um sorriso no rosto, pensa “O que eu fiz pra merecer um dia desses?”.

O que faz a diferença

A vida acontece para todos. É uma montanha russa de situações. Você não escolhe o que acontece com você…

…mas pode escolher como responder.

E é isso que vai fazer a diferença.

Como tem sido a sua resposta?

Comente!

Posted in Outros and tagged as , , ,

Comments are closed.