Home » Sonhos » A relação Sonho x Frustração

A relação Sonho x Frustração

Não deixe de sonhar hoje por medo de se frustrar amanhã! Mas não deixe se frustrar amanhã pelos sonhos de hoje!

A relação Sonho x Frustração

Estava fazendo um curso de coaching quando entramos em um dos meus assuntos preferidos: “metas de vida”. Após várias pessoas comentarem que não tinham muito bem definido o que queriam para a vida delas, um dos participantes fez uma interessante observação:

“Evito sempre escrever metas. Acredito em viver o hoje, ser feliz com o que tenho hoje. Sei que se eu começar a definir metas para meu futuro vou ter uma grande decepção se não as atingir. Para evitar me frustrar, procuro viver o que tenho hoje e não crio expectativas para o amanhã. Aceito o que vier.”

Logo em seguida, vários outros participantes se manifestaram de forma parecida, sempre trazendo o “medo da frustração” como uma grande razão para não sonhar alto, não definir objetivos e metas futuros, viver o “presente”.

Acredito que o ponto levantado pelo participante representa apenas metade de um equilíbrio instável que devemos sempre perseguir.

Equilíbrio instável

Imagine aquelas rampas em forma de “U” onde os skatistas fazem sua “mágica”. Ao jogar na rampa uma bola de futebol, ela irá para um lado, depois pro outro, voltando para esse lado, depois pro outro, e no fim irá parar sempre na posição central da rampa, na posição mais baixa possível. Isso ocorrerá independentemente de onde ou da força com que se jogar a bola.

Isso é um equilíbrio estável, pois a tendência é que a bola fique ali paradinha. Se ocorrer qualquer movimentação (alguém chutar a bola, por exemplo), ela voltará para aquela posição, sem qualquer esforço.

Equilíbrio Instável

Imagine agora uma bola bem maior, com uns 2 metros de diâmetro. Imagine-se em pé em cima dessa bola e procure manter-se sempre em sua posição central, sem cair nem deixa-la ir para um lado ou para o outro. A tendência nesse caso, ao contrário do caso anterior, é que a bola não fique parada e que você caia. Qualquer mínima mudança no ambiente (um vento forte, por exemplo) irá demandar um esforço seu para não cair.

Isso é um equilíbrio instável: é necessário um esforço contínuo para manter-se em equilíbrio (no caso, em cima da bola).

Assim como muitas coisas na vida, a relação sonho/frustração é um equilíbrio instável: se não estiver atento, você vai cair da bola, ou seja, vai se frustrar.

Sonho x Frustração: Sonho

Do que foi falado pelo participante daquele curso, concordo 100% com metade. E discordo completamente da outra metade.

Ser corajoso não é não ter medo, mas sim enfrenta-lo. Acredito que não criar expectativas é perder a guerra para o “medo de se frustrar”, é criar uma vida possivelmente medíocre, negando todos os “talentos” que Deus te deu.

Sonhar, definir metas, objetivos, faz com que você verdadeiramente se mexa na direção de seus propósitos e faça uma diferença verdadeira para o mundo, para as pessoas ao seu redor e, principalmente, para você.

Para aprender a andar de bicicleta você caiu 10 vezes. As 10 vezes machucaram. Você preferiria não ter aprendido?

Sonho x Frustração: Frustração

No entanto, aquele participante levantou um ponto muito importante ao qual todos devemos estar sempre atentos: a importância de viver bem o hoje e aceitar o futuro, seja ele qual for.

Quando sonhamos alto, criamos grandes expectativas de realizações, de melhorias, de desejos. Sonhar alto cria motivação e disciplina para hoje criarmos um amanhã diferente. Sonhar alto te joga lá em cima, mas quanto mais alto você estiver, maior pode ser sua queda.

Não acredito que seja possível evitar quedas, evitar a frustração por completo. Acredito, contudo, que seja possível reduzir seu impacto, facilitando o “reerguer-se” depois de uma queda (após cair da bicicleta você teve que subir nela de novo e continuar tentando).

Se, ao mesmo tempo em que procura criar um futuro melhor indo atrás de seus sonhos, você procura se sentir realizado com o que tem hoje, com sua vida, sua família, seu trabalho, será mais fácil se levantar quando cair. Afinal de contas a frustração será amortecida pela felicidade e realização do presente.

E o que fazer?

A teoria é fácil: sonhe com o amanhã, crie metas que te levem aos seus sonhos, e, ao mesmo tempo, sinta-se feliz com o presente, procurando aceitar e se realizar com o que tem hoje.

Na busca por alcançar seus sonhos, sugiro que leia o post “5 passos para alcançar seus sonhos“, além de vários outros que já escrevi no blog.

Com relação à busca por aceitar e me sentir realizado pelo que tenho hoje, minha esposa e eu (e os créditos vão pra ela) temos um ritual que acho que me ajuda muito nesse sentido: toda noite, antes de dormir, agradecemos, cada um, por 3 coisas que aconteceram no dia.

Mesmo nos piores dias encontramos pelo menos 3 coisas que foram boas, e focamos nossa atenção nessas coisas, agradecendo a Deus por elas. Isso faz com que os pontos positivos sejam reforçados, nos ajudando a sentirmo-nos realizados pelo hoje.

Acreditar em Deus (e acreditar que Ele é bom) facilita muito também! Uma frase muito legal que ouvi esses dias dizia: “Se quiser fazer Deus rir, conte-Lhe seus planos. Os planos Dele são sempre melhores”.

E lembre-se que você deve estar constantemente atento, pois é um equilíbrio instável.

Gostaria de saber como você se levantou de sua última queda. Como se sentiu durante e depois? Compartilhe! 

Comente!

Posted in Sonhos and tagged as ,