Home » Sonhos » Imagine seu funeral e encontre seus sonhos

Imagine seu funeral e encontre seus sonhos

Você definiu seu sonho: quero ser milionário! Passa então a vida trabalhando 17 horas por dia, sem tempo para outros assuntos e, 20 anos depois, alcança seus primeiros milhões! Por alguma razão, no entanto, você não encontrou ali a felicidade. O que deu errado? Você poderia ter definido melhor seu objetivo, evitando “perder” todo esse tempo.

Em Os “7 Habitos das pessoas altamente eficazes” (livro incrível!), Stephen Covey ensina que o mais importante é começar com o fim em mente. Não adianta, no entanto, ter o fim errado em mente! Se você não tiver este fim muito bem definido, você vai acabar gastando um bom tempo de sua vida na direção errada.

Michael Gerber, em “O Mito do Empreendedor”, outro ótimo livro, propõe um método para se descobrir quais os verdadeiros objetivos que uma pessoa tem na vida: imaginar seu próprio funeral! Esta excelente ideia permite que você literalmente comece com o fim em mente.

Reserve um tempo em que você não será incomodado, vá para um local em que possa pensar e…

1. Imagine seu funeral!

Pense em todas as pessoas que estarão presentes nele. Todos seus entes queridos, familiares próximos e distantes, amigos, colegas do colégio, da faculdade, do cursinho, do trabalho… Todas as pessoas com as quais você se importa de alguma forma. Se você acredita em Deus, adicione Ele na lista!

Imagine então que cada uma dessas pessoas terá um tempo para falar abertamente e honestamente sobre você: contar aos outros quem você era quando estava vivo, como você vivia, como você a ajudou (ou não), o bem que você fez, quais objetivos importantes você alcançou.

2. Anote o hoje!

Escreva o que estas pessoas estariam dizendo hoje. Seja brutalmente honesto. O que seus pais iriam falar sobre você? O que sua irmã, seu irmão falaria? Sua esposa, seu marido, iria falar principalmente sobre coisas boas? Seus colegas iriam contar o quanto você os ajudou? Seus filhos iriam poder falar do quanto aprenderam com o pai, do tempo que passaram juntos, de como era divertido?

3. Anote o amanhã e encontre seus sonhos!

Este é o ponto mais importante. Escreva em detalhes: Como você gostaria de ser lembrado por cada uma das pessoas presentes no seu funeral? Que legado elas vão associar a você? Quais conquistas serão marcantes? O que elas mais gostavam em você? Que impacto você teve na vida delas?

Alguém vai lembrar que você alcançou os milhões? Ou vão lembrar do que você fez com eles? O tempo que você passou vendo televisão vai ter impactado de alguma forma? Seu tempo no trabalho vai significar o que para seus filhos, para sua esposa, para seu esposo? O que você gostaria que seu tempo no trabalho significasse para seus colegas?

Como as suas reclamações sobre a vida vão ter impactado as pessoas ao seu redor? Quais adjetivos você gostaria que associassem a você? Alguém vai lembrar se você já teve ou não um “Camaro Amarelo”?

4. Aja!

Escreva seus sonhos levando estas questões em consideração. Entenda o que você precisa fazer para ser lembrado como gostaria, para sair do que escreveu no passo 2 e alcançar o que anotou no passo 3.

Se gastar um tempo fazendo isso te der preguiça, pense quanto tempo você “investe” planejando suas férias e quanto tempo você “gasta” planejando sua vida. Aja!.

 

Ser rico não deve ser um objetivo em si. Ser rico pode ser o meio para se alcançar diversos outros sonhos, como por exemplo, viajar, financiar obras de caridade ou até se permitir passar mais tempo com sua família. Ao ter claro o que realmente importa, entendendo o real fundamento de seus sonhos, você conseguirá entender melhor se o caminho trilhado, como trabalhar as 17 horas por dia, irá te levar ou não na direção de seus sonhos.

Que outras formas você conhece que te ajudam a definir melhor seus sonhos?

Comente!

Posted in Sonhos and tagged as , , , , ,