Home » Sonhos » Não seja realista!

Não seja realista!

“Ser realista é o caminho mais comum para a mediocridade” (Will Smith). Will Smith sempre foi para mim um dos melhores atores de Hollywood. Aparentemente é também um dos mais inteligentes.

Não seja realista!

Recentemente, na pós graduação em Administração de Empresas que fiz na FGV, fui apresentado a um conceito que adorei, chamado moldura mental. A moldura mental é o filtro criado em nossa mente por todas as experiências que já vivemos. Ela interpreta, de maneira única e pessoal, cada evento que ocorre conosco.

Isso significa que, normalmente, você não enxerga uma situação como ela é, mas sim como sua moldura mental a interpretou. Também significa que, assim como suas experiências são únicas, sua moldura mental é única, e a sua interpretação de um evento pode ser completamente diferente da interpretação de outra pessoa, ou até da própria realidade. Cada um possui sua “verdade” sobre um fato ou uma situação, mesmo que esta verdade não corresponda à realidade.

Na minha infância…

Na minha infância, tive um problema forte de intolerância à lactose do leite, que deixava meu cabelo ralo e minha barriga inchada. Some a isso o fato de que eu era magrelo, usava aparelho e usava óculos (grandes, vermelhos!). Não era a criança mais bonita do mundo (tenho uma tia-avó que sempre me diz “Ah, como você era feinho, Rafael”).

Uma das difíceis experiências que vivi foi na segunda série do primeiro grau, quando um “caça-talentos” veio convidar crianças para fazerem testes para participar de um comercial. No “filme“ que passa na minha cabeça, ele entregou um convite para todas as crianças da sala, mas, quando chegou a minha vez, ele olhou bem, pensou um pouco, e me “pulou”.

Felizmente eu cresci, melhorei meu cabelo, perdi a barriga, larguei o aparelho e parei de usar óculos. No entanto, a soma das minhas experiências estavam já inseridas na minha mente. Minha moldura mental estava já criada e adaptada para interpretar no modelo “como você era feinho, Rafael”. A minha visão da realidade era completamente diferente do que realmente acontecia, mas, na época, eu não conseguia enxergar as coisas de outra forma.

Minha interpretação de tudo o que acontecia comigo foi, durante muito tempo, influenciada pela experiência vivida por aquela criança magrela, barriguda, com cabelo ralo, que usava aparelho e óculos. Esse era minha moldura mental. Essa era a minha visão da realidade. Pra mim, isso era a verdade, isso era ser realista.

Não seja realista!

Hoje minha moldura mental está já bem diferente. A maior parte do processo de mudança esteve relacionado a simplesmente ignorar a minha visão da realidade. Me lembro bem diversos momentos em que tive que evitar ser realista. Ao menos, o “meu” realismo, aquele da minha moldura mental.

Todas as situações da sua vida serão interpretadas pela sua moldura mental. Isso significa que é bem provável que a realidade que está na sua cabeça não seja a mesma realidade do “mundo lá fora”. Ao tentar ser “realista”, você, na verdade, acaba por limitar sua perspectiva ao que é fruto das suas experiências de vida,  impedindo, assim, que lhe seja apresentada uma nova visão sobre diversos fatores do mundo à sua volta. Você acaba por limitar seu presente e seu futuro pelo que aconteceu com você no passado. O resultado, no fim, te afasta da realidade.

1. Entenda e mude sua moldura mental

Invista um tempo para entender sua moldura mental. Não aceite simplesmente ser um modelo do que você foi, desenvolva o modelo do que você quer ser. “Você pode aceitar a realidade como ela é, ou cria-la como você gostaria que fosse!” (Michael Hyatt).

2. Escolha ser otimista

Ser otimista é uma escolha a ser feita continuamente. Você não tem bola de cristal para adivinhar o que vai acontecer no futuro, nem consegue levar em consideração todas as variáveis do mundo. Não deixe seu “realismo” bloquear seus sonhos.

Se tivessem sido realistas, os Estados Unidos não teriam ido à Lua, o Lula não teria sido presidente e a importante lei da “Ficha Limpa” não estaria vigorando hoje.

O problema não é mirar alto e errar o alvo. O problema é mirar baixo e acertar!

 

Você conhece sua moldura mental? Em quais situações da sua vida sua moldura mental pode estar te atrapalhando?

Comente!

Posted in Sonhos and tagged as , , ,
  • Evelly

    Eu me considero muito “realista” agora, estou revendo algumas coisas na
    minha vida e na minha moldura mental :D; Excelente texto… Bom dia e
    ótimo feriado!

    • http://rafaeldanigno.com.br/ Rafael Danigno de Paula e Silv

      Olá Evelly! Boa sorte com suas “revisões”! Espero que as mudanças sejam para melhor! Ótimo feriado para você também!
      Abraços!

  • http://twitter.com/bcaliforniana Barbie Californiana

    Quando eu me deparei com o título discordei, Rafael! Mas ao ler o conteúdo do mesmo, gostei, pois você usou bons argumentos para justificar o que desejou descrever. Principalmente, quando escreveu “Ao menos, o “meu” realismo, aquele da “minha” moldura mental.” Enfim, Parabéns pela reflexão!
    Contudo, a ideia que eu tenho sobre o conceito/ definição do realista, continua sendo outra (rs). Talvez, o que você descreveu e exemplificou, eu entitularia diferente. Abraços e bom domingo.

    • http://rafaeldanigno.com.br/ Rafael Danigno de Paula e Silv

      Realmente Barbie, admito que quis trazer o “realista” para uma linha um pouco diferente da normalmente utilizada. :)
      Abraços!

  • Pingback: Do fundo do coração: curta a vida curta! | Rafael Danigno()

  • Pingback: Mudança de Paradigma | Rafael Danigno()